jueves, 16 de abril de 2009

Andamio lisboeta



4 comentarios:

isabel victor dijo...

Gostei imenso destas imagens. Gostei da densidade histórica e da singularidade dos lugares e das pessoas. Surprendeu-me este olhar sobre Lisboa.

E lembrei-me de um romance que tem Lisboa como cenário. uma obra de arte literária:

“Afirma Pereira”,de Antonio Tabucchi


Pereira é jornalista, vive em Lisboa, bebe limonada e Salazar governa ...

É um “romance existencial”. Fala de um homem envelhecido que toma consciência da sua passividade. Pereira (1938), alheio à realidade política da época, ditadura salazarista, guerra civil espanhola e fascismo na Europa, prossegue impávido

É viúvo, dirige a página cultural — em que é o único redactor — de um diário vespertino, “Lisboa”, e fala com a fotografia da mulher.



“Afirma Pereira”, escrito em 1993 - prémio internacional Jean Monet em 1995.


_________

Fica a sugestão ...



saudações





:))



iv

Álex Nortub dijo...

Obrigado, Isabel, por tu comentario.

Hace unos años leí "Afirma Pereira" (que por aquí de llama "Sostiene Pereira") y me gustó mucho.

Lisboa Story, la película de Wim Wenders, tampoco está mal para perderse por las calles de Lisboa.

Saludos.

Enrique Ortiz dijo...

Y este post es una maravilla, una luz extraña y lúcida, como Lisboa, uno de mis lugares. Un saludo.

Álex Nortub dijo...

Gracias por tus palabras, Enrique.
Un abrazo.